Mais Energia

Conselhos cheios de energia para
um dia-a-dia mais seguro e económico.

Galp

Viagens noturnas: dicas para viajar em segurança

5.9.2019 por Maria Beatriz Silva

Viagens noturnas: dicas para viajar em segurança

Conduzir à noite pode trazer vantagens, mas os riscos existem. Confira as dicas que o ajudarão a viajar em segurança.

São muitas as pessoas que preferem, sobretudo em viagens de longa duração, conduzir durante a noite. Isto porque a condução é mais tranquila e relaxada, não existe tanto trânsito nem tanta confusão. No entanto, é durante a noite que geralmente se dão os acidentes mais graves, sendo a vítima mais frequente o próprio condutor.

De acordo com o Relatório Anual de Sinistralidade Rodoviária disponibilizado pela ANSR, embora o número de acidentes ocorridos durante a noite, em 2017, seja menor do que os ocorridos durante o dia, o índice de gravidade é maior no período noturno.

Porque é que isto acontece?

  • O condutor adormece ao volante

A noite é propícia para atrair o sono, principalmente se o condutor não tiver descansado o suficiente antes da viagem.

Quer seja um condutor profissional que tenha de trabalhar no turno da noite, quer opte por fazer a sua viagem neste período é importante que repouse devidamente antes e que faça intervalos na condução. O tempo que dormiu ou o cansaço que acumulou, se se alimentou ou não devidamente, ou o tempo ao volante são fatores que podem contribuir para que feche os olhos.

Além disso, certos tipos de medicação também têm como efeito secundário a sonolência pelo que tenha sempre isto em atenção antes de pegar no carro.

Se sentir sono faça uma pausa, durma um pouco ou simplesmente dê uma volta a pé.

  • Pouca visibilidade e/ou encandeamento

É normal que durante a noite a visibilidade diminua, dificultando a tarefa ao olhar humano na distinção dos limites das estradas, na deteção de outros veículos e peões, na distinção das cores e na avaliação das distâncias.

Por outro lado, os faróis dos restantes veículos em circulação podem provocar problemas de encandeamento.

A nossa visão é especialmente sensível a luzes fortes, como as dos máximos. Além disso tem dificuldade de adaptação nas mudanças de luminosidade, como por exemplo na passagem de um local muito iluminado para um local muito escuro.

  • Iluminação incorreta ou deficiente do veículo

Os faróis são determinantes para uma condução segura, tendo como principal função iluminar a estrada durante a condução noturna ou em situações climatéricas adversas.

Os médios iluminam uma extensão de 30 metros, ao passo que os máximos iluminam pelo menos 100 metros de estrada.

A utilização dos faróis deve ser realizada por forma a iluminar devidamente a estrada sem encandear os outros condutores ou peões. Logo, os máximos só devem ser usados quando não existirem veículos em circulação à sua frente (quer no mesmo quer no sentido contrário ao seu) e quando a condição de visibilidade da estrada o justificar.

Sabia que se os faróis do seu carro estiverem sujos ou danificados são menos eficientes? Aprenda como poli-los em casa!

Por outro lado, as luzes têm uma função sinalizadora, ou seja, servem para que os outros veículos tenham consciência da nossa presença e da nossa posição na estrada. Já agora, pratica uma condução defensiva e sinaliza devidamente as suas intenções?

Para conduzir à noite, em segurança e sem percalços, confira algumas dicas para uma condução segura:

Antes de iniciar a viagem:

#1 Tenha o seguro em dia;

#2 Faça um check up antes de iniciar a viagem (essencialmente às luzes);

#3 Dê uma olhada nos pneus e não só;

#4 Para melhorar a visibilidade, limpe o vidro da frente por dentro e por fora;

#5 Durma bem na noite que antecede a viagem e/ou descanse devidamente antes de pegar no carro, evitando adormecer ao volante.

Durante a viagem:

#6 Tenha atenção à velocidade, de acordo com as condições de visibilidade;

#7 Para evitar a sonolência mantenha o veículo arejado;

#8 Faça pausas regulares (a cada duas ou três horas preferencialmente) para comer alguma coisa, descansar um pouco ou até abastecer o veículo. Existem uma série de postos Galp com área de serviço que pode localizar através da app Galp EvoDriver;

#9 Não abuse dos máximos, evitando encandear outros condutores;

#10 Mude o ângulo do seu retrovisor interior de forma a reduzir o encandeamento dos veículos que circulam atrás do seu;

#11 Não defina uma hora de chegada para evitar situações de stress e planeie a sua viagem antes de a iniciar.

Faça uma boa viagem com a Lua!

Tópicos: viajar em segurança, Galp, condução noturna

Maria Beatriz Silva

Publicado por Maria Beatriz Silva

Fã de road trips pelas terras de Portugal e além fronteiras, não dispensa uma boa dica para poupar e tirar o maior partido das suas viagens, sempre em segurança. Contribui regularmente para o blog Mais Energia.

Comentários com utilização de linguagem abusiva ou ofensiva não serão publicados.

Subscreva o nosso blog

Artigos do Blog

Recent Posts

New Call-to-action

Deixe-nos a sua sugestão de tema!