Mais Energia

Conselhos cheios de energia para
um dia-a-dia mais seguro e económico.

Galp

O meu carro não pega. O que devo fazer?

3.10.2019 por Maria Beatriz Silva

O meu carro não pega. O que devo fazer?

Está apressado para o trabalho, mas o carro não está a querer pegar? Saiba o que deve fazer!

Está pronto para sair de casa, entra no carro, roda a chave na ignição (ou pressiona o botão do sistema Start/Stop) e depara-se com o carro avariado. Mesmo que nunca tenha passado por esta situação certamente consegue imaginar a frustração que provoca.

Dependendo da causa, este problema pode ser resolvido no local. O ideal é manter a calma de forma a conseguir pensar numa solução, a mais rápida possível.

#1 Verifique se a bateria descarregou

No inverno, por exemplo, as baterias dos veículos (especialmente as mais antigas) descarregam-se rapidamente e a probabilidade de isso acontecer após uma noite fria é grande.

A primeira coisa a fazer neste caso é tentar pôr o carro a trabalhar de empurrão, ligando a chave e deixando-o descair, por exemplo. Se não resultar, abra o capot e verifique a bateria. Está danificada ou partida? Verte algum tipo de fluido?

Se estiver apenas descarregada a solução é simples! Peça ajuda a outro condutor que esteja nas proximidades e se mostre disponível para ajudar ou a um conhecido que vá até si e lhe possa emprestar uns cabos de bateria, caso não os tenha. De seguida, é só ligar a bateria descarregada do seu automóvel à bateria do outro veículo.

  • Sem cabos de bateria ou sem ninguém que possa ajudar no momento?

Nesta situação o ideal é procurar uma oficina nas redondezas. Nestes locais existem baterias portáteis (boosters) que servem exatamente para ligar à sua bateria e provocar o arranque do motor. Depois de conseguir pôr o carro a trabalhar conduza durante, pelo menos, 30 minutos.

#2 O carro tem combustível?

Se o problema não estiver na bateria, é bem possível que o carro não tenha combustível suficiente para andar. Parece uma pergunta óbvia, mas não é difícil esquecer-se de abastecer o automóvel, entre todas as exigências diárias. 

Além disso, o ponteiro indicativo do combustível pode ter avariado sem que se dê conta, ou seja, pode indicar-lhe que tem combustível suficiente quando na realidade não tem.

Neste caso, verifique se existe algum posto próximo de si. Pode fazê-lo através da app Galp EvoDriver ou através do nosso localizador de postos Galp, onde pode filtrar a sua pesquisa consoante as suas necessidades.

#3 E as velas de ignição?

Sabia que se as velas de ignição estiverem sujas não produzem a faísca necessária para que o motor de combustão comece a trabalhar? Isto é essencial para o arranque! Verifique o estado das velas e limpe-as usando uma escova apropriada.

#4 O motor de arranque pode ser o problema

Esgotadas todas as outras possibilidades, o problema pode residir mesmo no motor de arranque. Neste caso, terá mesmo de contactar um profissional para pedir assistência. 

Descubra a oficina MIDAS mais perto de si

Com o carro avariado e sem solução imediata à vista, pense numa solução para não falhar aos seus compromissos. Escolha um meio de transporte diferente, por exemplo, ou peça boleia a alguém.

Verifique se o veículo pode ficar estacionado onde está. Se sim, ótimo! E não se esqueça de pagar o parquímetro, se necessário. Caso contrário poderá precisar de um reboque.

Para todos os problemas, existe uma solução. Um carro avariado não é exceção! Respire e foque-se em resolver a questão da melhor forma e no menor tempo possível.

Lembre-se, ENERGIA CRIA ENERGIA! 🔋

Tópicos: Galp, Midas, carro avariado

Maria Beatriz Silva

Publicado por Maria Beatriz Silva

Fã de road trips pelas terras de Portugal e além fronteiras, não dispensa uma boa dica para poupar e tirar o maior partido das suas viagens, sempre em segurança. Contribui regularmente para o blog Mais Energia.

Comentários com utilização de linguagem abusiva ou ofensiva não serão publicados.

Subscreva o nosso blog

Artigos do Blog

Recent Posts

New Call-to-action

Deixe-nos a sua sugestão de tema!