Energy2Drive

Conselhos cheios de energia para
uma melhor performance do seu negócio
e mais segurança na estrada.

Galp

Veículos inativos: 5 dicas para minimizar o problema

27.5.2019 por Filipe Augusto Santos

Veículos inativos: 5 dicas para minimizar o problema

O pesadelo dos gestores de frota é o tempo de inatividade e manutenção dos veículos. Confira as dicas para reduzir o problema.

Uma falha técnica, um acidente ou qualquer outro imprevisto podem levar a que um veículo fique parado para reparação. O problema é que a inatividade tem um custo. Para além do valor da reparação, soma-se o custo do trabalho perdido e, para piorar, não são retirados de equação os custos fixos como seguros, licenciamentos e salários.

Para além da mecânica, existem também todas as questões legais a ter em conta. Faróis partidos, pneus carecas ou um seguro em atraso podem acarretar multas avultadas. E estes são apenas alguns dos custos quantificáveis - quanto valerá o custo de reputação de falhar uma entrega ao cliente?

Assim, reduzir o tempo de inatividade é crucial para economizar e também para manter o normal funcionamento da sua frota de veículos.

Mas afinal, como prevenir e minimizar estes constrangimentos? Confira estas 5 dicas para manter um bom desempenho e reduzir despesas associadas à manutenção dos veículos da sua frota:

#1 Manutenção Preventiva

Aposte na monitorização e acompanhamento do desempenho dos veículos, numa ótica preventiva. A manutenção preventiva representa um esforço financeiro cerca de 40% inferior, em comparação com a reparação.

Esta estratégia permite aumentar o prazo entre manutenções, reduzir a probabilidade de acidentes e avarias na estrada e também aumentar a segurança na condução. Traduz-se na redução efetiva dos gastos com a frota.

Se atuar com antecedência, pode escolher os melhores momentos para as manutenções e evita as paragens forçadas (e prolongadas) dos veículos.

Pequenos cuidados podem fazer a diferença!

#2 Conhecer cada veículo e o respetivo histórico


Para uma manutenção preventiva eficiente é necessário que conheça devidamente os veículos da sua frota. Tenha informação detalhada acerca do histórico de manutenção, de acidentes e de consumos de cada veículo a seu cargo.

É fundamental que tenha conhecimento atualizado das manutenções recomendadas pelo fabricante, das características de desempenho e da frequência da troca de óleo.

Por exemplo, sabe o que está a pagar para abastecer a sua frota de veículos? A gestão do combustível utilizado por viagem, ao longo do tempo, dá-lhe indicações acerca do desempenho de um veículo e de possíveis avarias ou problemas associados.

Neste sentido, a adesão aos cartões Galp Frota permite-lhe gerir e controlar as despesas com sua frota automóvel de forma eficaz e segura.

#3 Utilizar um bom software de gestão e manutenção de frotas

A melhor forma de organizar e monitorizar as informações de frota aconselhadas no ponto anterior é através de uma aplicação de gestão e manutenção de frotas.

Existem várias apps que possibilitam a concentração dos dados, emitem alertas para manutenção, relatórios detalhados acerca das necessidades de intervenção em cada veículo, entre outras funcionalidades.

Sugerimos-lhe, por exemplo, a Kalipso (Mobile Application Generator), uma app que lhe possibilita a criação de uma aplicação à medida das necessidades da sua empresa. 

#4 Conhecer e gerir a sua frota

A gestão das rotas também está ligada à manutenção dos veículos. Como? Determinadas rotas são mais exigentes para os veículos, pela extensão ou pelas condições de circulação.

Subidas e descidas, estradas com muitas curvas ou de má qualidade são mais exigentes para os pneus e travões, por exemplo. Já os locais mais poluídos causam um maior estrago nos filtros.

Planeie as rotas privilegiando percursos com boas condições de circulação, mesmo que estes impliquem uma maior soma de quilómetros.

Neste caso, a utilização de uma aplicação de planeamento de rotas também é aconselhável. Experimente o Frotcom ou o software de otimização de rotas da Termic que determina automaticamente a rota mais eficiente a nível de custos.

Para garantir uma gestão de consumos de combustível mais eficiente, o Portal de Cartões da Galp permite aos utilizadores estarem mais informados e terem mais controlo sobre as suas movimentações. Podem, assim, efetuar a gestão de todos os seus cartões e utilizadores de forma autónoma e segura, onde e quando pretenderem.

#5 Fazer uma revisão antes de cada viagem

Antes de cada viagem é aconselhável fazer um check-up ao veículo para verificar se está tudo nas condições ideais.

A lista de aspetos a considerar difere de veículo para veículo e de setor para setor. No entanto, se gere uma frota automóvel, estes são alguns itens a verificar:

      • Estado de conservação dos pneus
      • Quantidade de combustível para a viagem
      • Luzes, faróis e sistema elétrico
      • Nível dos fluidos (óleo, água)
      • Acessórios (colete refletor, chaves de roda, extintores, etc)
      • Seguros
      • Documentos da viatura


 Check-up feito? Boas viagens e bons negócios!

Tópicos: Gestão de Frotas, Galp, manutenção

Filipe Augusto Santos

Publicado por Filipe Augusto Santos

Apaixonado pelo trabalho, e um verdadeiro entusiasta da cultura automóvel. Para este profissional, fazer todo-o-terreno para fugir à rotina citadina é um must-do! Quando o trabalho de gestor de marketing o permite, contribui para o blog Energy2Drive.

Comentários com utilização de linguagem abusiva ou ofensiva não serão publicados.

Subscreva o nosso blog

Deixe-nos a sua sugestão de tema!

Artigos do Blog

Recent Posts

New Call-to-action
New call-to-action