Mais Energia

Conselhos cheios de energia para
um dia-a-dia mais seguro e económico.

Galp

O carro elétrico já tem quase 190 anos!

8.1.2019 por Maria Beatriz Silva

A evolução do carro elétrico

Se pensava que o automóvel elétrico era uma invenção moderna, desengane-se. A sua história tem quase 190 anos. Veja como evoluiu até aos nossos dias.

O primeiro século de história
Já com quase 190 anos de história, as origens do carro elétrico remontam a 1830, na Escócia e Holanda, onde foram pela primeira vez produzidos, em muito pequena escala. Do outro lado do Atlântico, deram os primeiros passos bem mais tarde, já para o fim do século XIX, e acabaram por se tornar bastante populares nas cidades e entre as mulheres.

Em 1901, Ferdinand Porsche inventou o Lohner-Porsche Mixte, o primeiro híbrido, e nessa mesma altura, Thomas Edison trabalhava na construção de uma bateria mais potente e autónoma. Porém, com os anos 20, o carro elétrico começou a perder popularidade, uma vez que o automóvel de combustão interna era bem mais económico. Acabou por ser descontinuado por volta de 1935 e, quase meio século depois, voltou na forma de um BMW 1602E, um carro elétrico com 42 cavalos e 60 quilómetros de autonomia. Atingia os 100 km/h e foi apresentado nos Jogos Olímpicos de Munique, mas nunca chegou a entrar em produção.

A consciência ambiental
No ano seguinte, as questões ambientais levantadas no First Symposium on Low Pollution Power Systems Development devolveram o foco aos veículos movidos a eletricidade. Entre outros produtores, o gigante americano, General Motors, começou a desenvolver um protótipo de automóvel elétrico urbano para apresentar a sua alternativa ao fuel. Em 1974, a Sebring-Vanguard lançou o Citi-Car, um grande sucesso com mais de 2300 unidades produzidas, mas rapidamente o interesse por veículos elétricos voltou a desvanecer.

Com a década de 90, os governos começam a ter uma posição mais evidente na luta pelo meio ambiente. A nova regulamentação para a diminuição dos gases de efeito de estufa estimulava ao investimento em veículos com zero emissões.

A nova geração
Em 1996, a GM lançou o EV1, um carro elétrico icónico mas que acabou por ser descontinuado. No Japão, no ano seguinte, a Toyota introduziu o primeiro híbrido de nova geração, o bem-sucedido Prius, que chegou ao resto do mundo e que ainda hoje se mantém no catálogo da marca. Na viragem do século, nos bastidores, trabalhava-se em aumentar a autonomia das baterias.

Já no século XXI, em 2006, a Tesla (ainda start up) anunciou um desportivo elétrico de luxo com autonomia de 300 quilómetros. Desde então que se tem vindo a assistir a uma tendência das marcas para comercializar veículos não-poluentes. 

Pioneiros em Portugal
Em 2010, a Galp instalou o primeiro ponto de carregamento elétrico num posto de abastecimento de combustíveis de toda a Europa, na área de serviço de Oeiras, na A5. A rede comporta hoje 18 carregadores rápidos em todo o país, estando prevista a instalação de outros 18 durante este ano. Lançou também o Galp Electric, um cartão que incentiva à utilização de veículos elétricos através de múltiplas vantagens.

 

Tem um carro elétrico?
Na App EvoDriver mostramos-lhe onde pode carregar o seu carro à velocidade da luz, nos postos mais próximos de si.

New Call-to-action

Tópicos: Galp, abastecer carro elétrico, Carro Elétrico

Maria Beatriz Silva

Publicado por Maria Beatriz Silva

Fã de road trips pelas terras de Portugal e além fronteiras, não dispensa uma boa dica para poupar e tirar o maior partido das suas viagens, sempre em segurança. Contribui regularmente para o blog Mais Energia.

Comentários com utilização de linguagem abusiva ou ofensiva não serão publicados.

Subscreva o nosso blog

Artigos do Blog

Recent Posts

New call-to-action

Deixe-nos a sua sugestão de tema!